A equipe de análise do Bradesco BBI divulgou relatório em que rebaixa sua recomendação para os papéis da Embraer (EMBR3) para o patamar negativo de Underperform (performance abaixo da média do mercado). Além disso, os analistas ainda esperam uma desvalorização para as ações da empresa de cerca de 5%.

A instituição financeira explica que esse rebaixamento acontece por conta do alto valuation e EPS (lucro por ação, na sigla em inglês) pouco atrativo. O momento desfavorável de receitas é atribuído a uma nova geração de aviões, deterioração de margens na divisão de segurança e defesa e a volta da série C da Bombardier.

Esses fatores superaram a possibilidade de alta para o papel no caso de uma desvalorização do real frente ao dólar nos segmentos de aviação comercial e executiva, de acordo com a equipe de análise do Bradesco BBI. Vale lembrar que, em 2015, os papéis da Embraer já marcam alta de mais de 20%.

Comente :