Após ver a comemoração da atual direção do Sindicato, no Aerofolha, sempre fica a dúvida, será que foi enganada pela TAP?

Será que a atual gestão, que na sua eleição contou com o apoio dos aposentados, percebeu que a empresa  ao conceder suas “bondades” tirava direitos dos trabalhadores, em especial, daqueles que estão prestes a se aposentar?

Mas se acreditar que a direção de uma entidade, que tem o dever de representar os trabalhadores, é enganada dessa forma, pior ainda é perceber que ela, na verdade, tenta enganar seus colegas.

O coletivo Aeroviários em Luta lembra que, na edição do Aerofolha 353 de 07/12/2011, foi publicada a matéria  “ANS esclarece direitos dos aposentados ao plano de saúde“ que aponta exatamente as condições para o trabalhador manter seu plano.

Lá fica clara a necessidade de contribuição do funcionário, ou seja, o Sindicato não foi enganado, sim está tentando enganar os trabalhadores da TAP/ME.

No mesmo boletim, do último dia 04/11/2015, onde o sindicato anunciou o “novo” plano de saúde, a direção sindical também comemorou que a TAP:

1 – Deve pagar o 13º em dia;

2 – Não pagará o PPR nesse ano;

3 – Seguirá o reajuste do SNEA;

4 – Não consegue fiscalizar o fundo de previdência complementar dos trabalhadores junto à Petrus.

Isso são vitórias?

Comente :